Blog

Educação Corporativa na prática: conheça ferramentas usadas no processo de aprendizagem

Postado dia 19/08/2019
Continue Lendo Mulheres Gestoras

Coaching, fóruns, mentorias e laboratórios complementam os workshops e treinamentos

Educação Corporativa vai muito além de palestras e workshops. Existem outras ações e estratégias que podem e devem ser aplicadas em um ambiente corporativo com foco em estimular constantemente a aquisição de novos conhecimentos, hábitos e desenvolver novas competências. Assim como andar de bicicleta, é a prática que faz a diferença no aprendizado teórico.

É preciso ir além da caixa e oferecer outras formas que proporcionem a manutenção e sustentabilidade de um novo aprendizado. Pensando nisso, a metodologia aplicada nos programas aqui da Duomo entende que para que o aprendizado seja completo, não basta a teoria, é preciso praticar e levar o conhecimento adquirido para a rotina de trabalho. Para cada assunto tratado em sala de aula, vivenciam-se sete passos: diagnóstico, processamento, roteiro, práxis, reelaboração, síntese dos aprendizados e plano de aplicação.

Em conjunto com os sete passos a metodologia dos 6Ds auxilia na definição dos treinamentos e no retorno dos resultados. Parte-se do princípio de que é necessário, no primeiro momento, determinar os resultados de negócio esperados e que impactos a empresa deseja alcançar com um treinamento. Apenas em seguida é que são definidos os comportamentos que serão desenvolvidos para atingir as expectativas. A última etapa é selecionar qual é o tipo de programa de educação corporativa que está mais coerente com a realidade da empresa.

Nesse contexto todo, existem outras ações e formatos interessantes que as empresas podem escolher e aderir:

1 – Grupos de Desenvolvimento:

Líderes e profissionais de gestão se reúnem para discutir maneiras de como colocar em prática os novos conhecimentos, comportamentos e atitudes abordados em um workshop. Com o suporte de um profissional de educação corporativa, esse grupo consegue refletir e filtrar melhor as soluções.

2 – Fóruns de aprendizado:

Um grupo que participou de um treinamento ou workshop se reúne para discutir como o aprendizado foi colocado em prática e o que está ou não funcionando no trabalho. Nessas discussões também são revisados projetos e fluxos baseados na rotina e experiência de cada pessoa do grupo.

3 – Coaching:

É um programa de desenvolvimento individual que acelera o aprendizado e o desenvolvimento de competências objetivas e necessárias, atitudes e posturas. Um profissional com experiência e conhecimentos específicos das técnicas de coaching guia esse processo.

4 – Mentoria:

Um profissional com experiência em determinada área ou com uma competência almejada por outro colaborador coloca a disposição os seus conhecimentos. A partir de reuniões com uma periodicidade definida, esse profissional esclarece dúvidas e auxilia na tomada de decisões.

5 – Laboratório:

A partir da técnica de teatro espontâneo e da simulação, algumas situações reais do ambiente de trabalho são apresentadas para um grupo. Os participantes trazem suas dificuldades do cotidiano e encontram as soluções por meio das teorias e práticas.

6 – Benchmark:

São organizadas visitas com um foco específico para conhecer as práticas de outras empresas com uma cultura similar a desejada. A ideia é promover a troca de experiências.

Essas são apenas algumas das ferramentas que a educação corporativa utiliza para aprofundar o trabalho de aprendizado e desenvolvimento de novas competências. É necessário fazer um diagnóstico prévio para definir o que é mais viável para a realidade de cada empresa. Se desejar saber mais sobre nossos programas, entre em contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colha resultados

Solicite um orçamento

Solicite um orçamento